Uzbequisto desde 1919.00

Os mais profundos pontos da antiga Rota da Seda, numa altura em que os Chineses dominando a tcnica do fabrico, transaccionavam o mesmo, junto de mercadores, que o vendiam a burgueses, dispostos a pagar fortunas.

1 - Requisitos de entrada

A partir de 1 de Fevereiro de 2019, mas apenas para estadias inferiores a 30 dias, deixará de ser necessário visto para o Uzbequistão para os titulares de Passaporte Português (comum, serviço ou diplomático). É no entanto necessária a prévia e atempada obtenção do visto adequado para os cidadãos Portugueses que pretendam permanecer por mais de 30 dias em território do Uzbequistão.

 

2 - Vacinas

É aconselhável beber apenas água engarrafada ou filtrada. Vacinas que deverão estar em dia: tuberculose, difteria, tétano, pólio, hepatite A e B e febre tifóide. Deverá consultar o seu médico antes de viajar, sendo aconselhável a realização de um seguro de saúde que cubra todas as despesas médicas, incluindo repatriamento explicitamente a partir do Uzbequistão. 

 

3 - Moeda

Moeda local é o Som.  O dólar americano é uma divisa reconhecida e só deverá ser trocada nas casas de câmbio oficiais. Os ATM (caixas multibanco) são escassos. Os cartões de crédito são apenas aceites nos principais hotéis e nalguns restaurantes. As taxas de serviço cobradas podem, porém, ser elevadas, dependendo dos preçários das instituições bancárias emissoras dos cartões.

 

4 - Idioma

Russo, Uzbeque e Tadjique.

 

5 - Diferença horária

GMT/UTC +05:00

 

6 - Electricidade

220V / 50Hz, tomadas de tipo C e F

 

7 - Clima

Clima continental com verões muito quentes e invernos muito rigorosos.

Itinerrio

1º Dia – PORTO ou LISBOA / ISTAMBUL / TASHKENT

Comparência no aeroporto 120 minutos antes da hora prevista para a partida. Formalidades de embarque e partida em voo da Turkish Airlines com destino a Istambul. Chegada e mudança de avião.

2º Dia – TASHKENT / URGENCH / KHIVA

Continuação da viagem em voo da Turkish Airlines com destino a Tashkent. Resto da noite a bordo. Chegada cerca das 07h a Tashkent, receção e transporte para o Hotel Navruz ou Hotel Qushbegi Plaza ou Hotel Krokus Plaza ou Hotel Bek Tashkent ou similar. Pequeno-almoço no hotel. Tashkent, capital do Uzbequistão, é o principal centro económico e cultural do país. Durante muitos séculos foi um ponto de passagem de grande importância na rota da seda, rota comercial que unia a Ásia à Europa. Visita da cidade antiga, com especial atenção para o complexo arquitetónico Khasti Imom; a Madraça Barak Kan (séc. XVI); a Madraça Kafal Shohi; a Biblioteca, situada na mesma praça e deve a sua importância por albergar a obra “Coração de Usman” (séc. VII); e o Bazar de Chorsu, um dos maiores da Ásia Central. Almoço em restaurante. De tarde, continuação da visita de Tashkent onde as edificações mais modernas combinam com monumentos medievais e amplos parques. A cidade recebeu influência persa, árabe, turca e soviética. Visita ao Museu de Artes Aplicadas; a Praça da Independência e Eternidade, onde se encontra o Monumento da Independência inaugurado em 1991; o Memorial da II Grande Guerra e o Arco Ezgulik na entrada da praça; a Praça da Opera e Ballet; e a Praça de Amir Temur. Transporte para o aeroporto, formalidades de embarque e partida em voo regular com destino a Urgench. Chegada, receção e partida com destino à Khiva situada a cerca de 30 Km. Alojamento no Hotel Bek ou Hotel Malika ou Hotel Orient Star Khiva ou similar.

3º Dia – KHIVA

Pequeno-almoço no hotel. De manhã, visita do complexo arquitetónico de Itchan Kalá (séc. XII-XIX), durante a qual terá oportunidade de admirar mais de 50 monumentos históricos e mansões, que estão entre as obras melhor conservadas da Ásia Central. Itchan Kalá é considerada um autêntico museu ao ar livre e foi declarada Património da Humanidade pela UNESCO. Toda a parte antiga encontra-se rodeada por uma muralha defensiva. Visita do minarete de Kalta Minor (séc. XVIII), completamente revestido de cerâmica vidrada e azulejo; o Castelo Kunya Ark (séc. XVII); a Madraça Mohammed Rahim Khan; o minarete e Madraça Islam Khodja; o complexo arquitetónico Tash Hovli, com harém do séc. XIX; o Mausoléu de Pahlavan Mahmud (séc. XIV-XVIII); a Mesquita Juma (séc. X), com o seu grandioso pátio interior rodeado por 112 colunas de madeira lavrada; e a Madraça Allakuli Khan. Almoço em restaurante. Regresso ao hotel e tarde livre para descansar. Alojamento.

4º Dia – KHIVA / BUKHARA

Pequeno-almoço no hotel. Pelas 07h45 transporte para a estação de caminho-de-ferro e partida de comboio pelas 08h45 com destino a Bukhara (caso se venha a verificar alteração nos dias de operação dos comboios este trajeto se efetuado em autocarro), atravessando o deserto Kizil-Kum, que significa “as areias encarnadas”. Para chegar de Khiva a Bukhara atravessasse o histórico rio Amudaria, que corre ao longo da fronteira do Cazaquistão setentrional e é o único abastecedor de água do mar Aral. Chegada a Bukhara pelas 13h35 e almoço em restaurante. Transporte para o Hotel Asia Bukhara ou Hotel Orient Star Bukhara ou Hotel Devon Begi ou similar. Resto do dia livre para descansar. Alojamento.

5º Dia – BUKHARA

Pequeno-almoço no hotel. De manhã visita panorâmica de Bukhara, que foi durante largo período o principal centro da cultura islâmica e lugar importante de peregrinações. O centro histórico da cidade foi declarado Património da Humanidade pela UNESCO. Visita do Mausoléu de Samanid; das Mesquitas Bolo Hauz e Chashmai Ayub; e da Cidadela Ark. Almoço em restaurante. De tarde visita do minarete Kalyan e Mesquita Poi Kalyan (séc. XV), rodeada por muralhas, que é uma das construções mais grandiosas da sua época; a Madraça Miri Arab; a cúpula Toki Zargaron; as Madraças Ulughbek e Abdullazizkan; a cúpula Toki Telpak Furushon; a Mesquita Magoki Attory; a cúpula Toki Sarafon; o conjunto arquitetónico Lyabi Hauz (séc. XVI-XVII), composto pelas Madraças Nadir Diván Begui e Kukeldash. Regresso ao hotel e alojamento.

6º Dia – BUKHARA / SAMARCANDA

Pequeno-almoço no hotel. De manhã cedo, partida com destino a Samarcanda (290 Km, cerca de 5h). Chegada e transporte ao Horel Registan Plaza ou Hotel Asia Samarkand ou Hotel Malika Diyora ou Hotel Orient Star Samarkand ou similar. Almoço em restaurante. De tarde, visita panorâmica de Samarcanda, construída nas margens do rio Zeravshan, cujo nome significa em persa “o que reparte ouro”: a cidade beneficiou durante largos séculos de uma localização estratégica na encruzilhada das principais rotas comerciais que hoje conhecemos como “Rota da Seda”, pelas quais transitavam mercadorias entre a China e o Médio Oriente, e algumas tinham com destino final a Europa. Dita localização constituiu a origem da extraordinária riqueza da cidade e a beleza dos seus principais monumentos, alguns deles se conservam ainda intactos apesar das numerosas invasões e conquistas que Samarcanda sofreu ao longo da sua história. Começaremos pela célebre Praça Registán, o centro da cidade antiga, onde se encontram 3 antigas madraças (universidades islâmicas) consideradas como o protótipo que inspiraria a maior parte da arquitetura islâmica nos últimos 600 anos (Madraça Shir-Dor, do séc. XVII; a Madraça Tilla–Kori, do séc. XVII; e a Madraça Ulughbek, do séc. XV). Visita do Mausoléu Guri Emira construído pelo célebre Tamerlão, lendário conquistador, líder militar e político turco-mongol. O local estava destinado ao seu neto, mas posteriormente foi convertido panteão familiar, onde se encontram os restos mortais do próprio Tamerlão, e seus descendentes. O interior do Mausoléu está decorado com pinturas azuis e douradas. Por fim é a vez da visita da Mesquita Bibi-Khonum e do típico Bazar Siab. Regresso ao hotel e alojamento.

7º Dia – SAMARCANDA / TASHKENT

Pequeno-almoço no hotel. Continuação da visita de Samarcanda, uma das cidades mais antigas do mundo, extraordinário centro de difusão cultural no passado, e conhecida no seu apogeu como “A Roma do Oriente”, representando um ponto de fusão das culturas iraniana, indiana e mongol, com numerosas influências tanto orientais como ocidentais. Visita do Observatório de Ulugh Beg (séc. XV), com uma estrutura de mais de 40 m de largura e um arco de 63 m, cujos telescópios dotados de potentes lentes se movimentam sobre carris. O observatório encontra-se no monte de Chupan-Ata, nos arredores de Samarcanda. Visita ao Museu da cidade antiga de Afrosiyab, seguindo-se a da Necrópole de Shah-i-Zinda, um dos lugares mais sagrados de Samarcanda que consiste num conjunto de mesquitas e madraças que rodeiam o túmulo do primo do profeta Maomé. A aristocracia local seguiu a tradição de construir mausoléus neste local, mausoléus esses, ricamente decorados com cerâmica vidrada, mosaicos nas cúpulas e nos interiores. Almoço em restaurante. Transporte para a estação de caminho-de-ferro de Samarcanda, embarque e partida no comboio de alta velocidade “Afrosiab” de regresso à cidade de Tashkent. Chegada, receção e transporte para o Hotel Navruz ou Hotel Qushbegi Plaza ou Hotel Krokus Plaza ou Hotel Bek Tashkent ou similar. Alojamento.

8º Dia – TASHKENT

Pequeno-almoço no hotel. Dia inteiramente livre em Tashkent. Direito a ocupação dos quartos até às 12h. Ao início da noite e em hora a indicar localmente transporte para o aeroporto. Início das formalidades de embarque.

9º Dia – TASHKENT / ISTAMBUL / LISBOA ou PORTO

Partida de madrugada em voo da Turkish Airlines com destino a Istambul. Chegada, mudança de avião e continuação da viagem em voo da Turkish Airlines com destino a Lisboa ou Porto. Chegada a Portugal ao final da manhã.

FIM DA VIAGEM

Inclui:

Passagem aérea em classe económica para percurso Lisboa ou Porto/ Istambul / Tashkent e volta, em voos da Turkish Airlines, com direito ao transporte de 20 Kg de bagagem (1 mala);

Passagem aérea em classe económica para percurso Tashkent / Urgench em voo regular, com direito ao transporte de 20 Kg de bagagem (1 mala);

Passagem de comboio expresso em classe económica para percurso Khiva / Bukhara e Samarcanda / Tashkent;

7 noites de alojamento em hotéis de 3*/4* Standard, os indicados ou similares incluindo o pequeno-almoço;

6 almoços;

Todos os transportes, visitas e entradas mencionadas no itinerário;

Guias locais falando espanhol; 

Assistência local pelo nosso representante;

Todos os impostos aplicáveis;

Taxas de aeroporto e combustível;

Seguro Multiviagens PVFM3K+COVID19 OT+CIV A1.

No inclui:

Bebidas às refeições;

Gratificações (bagageiros, motorista, guia e restaurantes);

Tudo o que não esteja como incluído de forma expressa;

Despesas de carácter particular designados como extras.

Notas:

Os valores apresentados poderão sofrer eventuais alterações em caso de significativas oscilações cambiais, de custos de combustível e/ou taxas.