Encantos de Myanmar desde 2846.00

Um pas encantador, para muitos o mais mstico e belo de toda a sia, que est entre a fico e a realidade, um aspecto que lhe conferido, pelas brumas que por vezes o envolvem, nomeadamente no Vale de Bagan, com a sua multiplicidade de templos budistas, num conjunto de verdadeira magia paisagstica. Com um povo simples e to genuno, de sorriso rasgado para todos ns, vamos como que viajando no tempo. Visto Obrigatrio
 

1 - Requisitos de entrada

Os cidadãos portugueses necessitam de visto para entrar em Myanmar. Pode-se obter o visto online no site evisa.moip.gov.mm. Por favor ter em conta que o passaporte deve ter uma validade mínima de 6 meses à data de entrada no pais. 

 

2 - Vacinas

A rede sanitária fora da capital e de Yangon é precária. É aconselhável a prevenção contra a malária. É recomendável a subscrição de um seguro de saúde com cobertura neste país e que preveja a possibilidade de evacuação sanitária. Para viajantes procedentes de países infectados pela Febre Amarela, é obrigatório apresentar certificado de vacinação para esta doença

 

3 - Moeda

A moeda local é o Kyat (MMK). O dólar americano é a moeda estrangeira mais utilizada

 

4 - Idioma

A língua oficial é o Birmanês. No entanto existe já um grande número de pessoas que fala o inglês.

 

5 -  Diferença Horária

UTC/GMT +6h30

 

6 - Eletricidade

230 V / 50 Hz, tomadas tipo C, D, F e G.

 

7 - Clima

A Birmânia tem um tipo de clima de monção tropical, onde as estações diferem segundo a monção. Nos meses de Maio e Outubro há a época das chuvas, sendo húmido com temperaturas, que variam entre os 25º C e 30º C. Os meses de Novembro a Fevereiro são os melhores para uma viagem. É a temporada fresca e seca com temperaturas que variam entre os 20º C e 24ºC 

 

 

Itinerrio

1º Dia – LISBOA ou PORTO / DOHA / BANGKOK

Comparência no aeroporto 120 minutos antes da hora de saída. Formalidades de embarque e partida em voo da Qatar Airways com destino a Doha. Chegada, mudança de avião e continuação da viagem em voo da Qatar Airways com destino a Bangkok. Noite a bordo.

2º Dia – BANGKOK / YANGON

Chegada a Bangkok, mudança de avião e continuação da viagem em voo da Qatar Airways/Bangkok Airways com destino a Yangon. Chegada de manhã, receção e transporte para o hotel da categoria selecionada. Alojamento.

3º Dia – YANGON / BAGAN

Pequeno-almoço no hotel. Transporte para o aeroporto, formalidades de embarque e partida em voo regular com destino a Bagan. Após a chegada início das visitas de Bagan, começando por subir a um templo desde o qual se obtém uma magnifica panorâmica de grande parte da zona arqueológica. Segue-se o colorido mercado local de Nyaung-U e o templo de Bu Le Thi, do qual se tem uma vista espetacular das planícies que o rodeiam. De seguida visita o templo de Ananda, considerado uma obra prima da arquitetura Mon do séc. XVIII, com 4 interessantes imagens de buda; do templo de Dhamayangyi, finalizado no séc. XI, o mais maciço e bem decorado de todos. Almoço em restaurante. Transporte ao hotel da categoria selecionada e tempo para descansar. De tarde saída do hotel, em carroças puxadas por cavalos, através das ruínas dos templos para se visita de um dos locais mais conhecidos na Ásia, do ponto de vista arqueológico, o pagode de Shwezigon, construído no séc. XI pelo rei Anawrahta. Regresso ao hotel e alojamento.

4º Dia – BAGAN

Pequeno-almoço no hotel. De manhã, visita a pé aos templos de Payathonzu, Lemyentha e Nandamannya. De seguida iremos a uma fábrica de produtos tradicionais em laca; à típica povoação de Myingabar; e ao templo de Gubyaukgyi, famoso pelas pinturas e baixos relevos. Próximo deste templo podemos ainda admirar o templo de Manuba e o de Nan Paya, com belas estátuas de buda. Almoço em restaurante. Regresso ao hotel para descansar. Ao final da tarde, passeio de barco no rio Ayeyarwaddy durante o qual haverá a oportunidade de admirar a vida ao longo das suas margens. Regresso ao hotel e alojamento.

5º Dia – BAGAN / MONTE POPA / MANDALAY

Pequeno-almoço no hotel. Partida por estrada em direção a Mandalay, aproximadamente 5h de viagem, com paragem para admirar o conhecido Monte Popa. Trata-se de um antigo vulcão extinto no topo do qual se encontra o templo Taunk Kalat, dedicado aos espíritos animais (a subida é opcional, já que os seus 777 degraus não muito limpos e com muitos macacos, fazem dela difícil e incomoda, em particular na época das chuvas). Almoço em restaurante. Ainda no caminho para Mandalay será efetuada nova paragem numa plantação de palmeiras onde se observará todo o processo do fabrico do açúcar e do óleo de palma. Chegada a Mandalay e alojamento no hotel da categoria selecionada.

6º Dia – MANDALAY / MINGUN / MANDALAY

Pequeno-almoço no hotel. De manhã, saída para uma viagem de barco (11 km, cerca de 1h), no rio Ayeyarwaddy, até chegar a Mingun. Visita dos vestígios, dos importantes monumentos da região, em grande parte destruídos por um sismo, em 1838. De qualquer modo, quando nos aproximamos da margem do rio, é impressionante ver este conjunto de templos. Destaque para o pagode inacabado de Pahtodawgyi, assim como para o enorme sino com mais de 90 toneladas e o curioso pagode Myatheindan, que representa o monte Meru (montanha mítica e sagrada para os budistas). Regresso a Mandalay e almoço em restaurante. De tarde, visita do pagode Mahamuni; do belo mosteiro de Shwenadaw, um exemplo magnífico de edifício tradicional em madeira; e o pagode Kuthodaw, com o maior livro feito em pedras de mármore. Ao final da tarde saída do hotel com destino a Mandalay Hill donde se tem uma panorâmica abrangente de toda a região e onde iremos desfrutar do pôr-do-sol. Regresso ao hotel e alojamento.

7º Dia – MANDALAY / AMARAPURA / AVA / MANDALAY

Pequeno-almoço no hotel. De manhã, visita à famosa ponte em madeira de teca U Bein, construída em 1782 quando Amarapura era capital Real. Visita ao mosteiro de Mahagandayon, onde teremos oportunidade de vivenciar a emocionante experiência da refeição diária dos mais de 1.000 monges que habitam o complexo. Seguimos para outra das antigas capitais do Myanmar, Ava, após se cruzar o rio de barco. Visita em carroças a cavalo que nos levará a descobrir o mosteiro de Bargayar, em madeira de teca, e o mosteiro de Maha Aungmye Bozan (também conhecida como Ok Kyaung). Almoço em restaurante. Regresso a Mandalay e transporte ao hotel da categoria selecionada. Alojamento.

8º Dia – MANDALAY / HEHO / PINDAYA / KALAW

Pequeno-almoço no hotel. Transporte para o aeroporto, formalidades de embarque e partida em voo regular com destino a Heho. Após a chegada, partida em direção a Pindaya, através de uma região de rara beleza paisagística, com colinas e campos de cultivo (aproximadamente 2h). Paragem para ver de perto este cenário colorido, as mulheres a trabalhar no campo usando os seus tradicionais trajes coloridos, característicos da etnia Shan, e os homens lavrando com carros puxados por bois. Chegada a Pindaya e visita das suas famosas grutas que contem mais de 8000 imagens de buda, assim como de uma fábrica tradicional de papel Shan e as sombrinhas típicas da região. Almoço em restaurante. Continuação da viagem para Kalaw e alojamento no hotel da categoria selecionada.

9º Dia – KALAW / NYAUNGSHWE / LAGO INLE

Pequeno-almoço no hotel. Transporte para Nyaungshwe, cais fluvial nas margens do lago Inle, com breve paragem no caminho para se visitar o mosteiro em madeira de Shwe Yan Pyay. Embarque no barco que nos levará ao hotel da categoria selecionada. Almoço em restaurante. De tarde, embarque no barco que nos levará a descobrir a fascinante região do Lago Inle. Visita de uma aldeia flutuante, com casas típicas casas em madeira de teca; do pagode de Paung Daw Oo, o mais sagrado do Estado de Shan; e o mosteiro Nga Phe Chaung, com uma coleção de imagens antigas de buda de estilo Shan. Regresso ao hotel e alojamento.

10º Dia – LAGO INLE

Após o pequeno-almoço no hotel, saída de barco para visita de um dos típicos mercados locais no Lago Inle. Aí poderemos encontrar gentes das tribos Pa-O, Danu e Intha que descem das montanhas para vender os seus produtos e reunirem-se entre eles. De seguida seguimos para Indein, situada na margem oeste do lago, onde se fabrica o típico pão da província de Shan e local ideal para observar a vida das aldeias no lago. Almoço em restaurante. Visita ainda de um surpreendente complexo de pagodes, com destaque para o pagode de Nyaung Ohak, do séc. XIV-XVIII; e Shwe Inn Thein Paya, do séc. XVII-XVIII. Regresso ao hotel e alojamento.

 11º Dia – LAGO INLE / SAGAR / PHEKHON / LOIKAW

Pequeno-almoço no hotel. De manhã, partida para Phekhon em barco local. Após cerca de 2h de viagem chegada à aldeia de Sagar, onde se fará um breve passeio a pé para observar o dia a dia da população local, de origem Pa-O, Shan e Intha. Visita do pagode de Sagar. Almoço em restaurante. Continuação da nossa viagem de barco até Phekhon. Este trajeto não é muito utilizado por viajantes, por isso ainda mantem o seu estado original. Após a chegada seguimos por estrada até Loikaw, capital do Estado de Kayah, nas montanhas de Karen e junto ao rio Pilu (cerca de 1h de caminho). Visita do museu do Estado de Kayah; de uma fábrica de tecidos, onde se fazem a maior parte do vestuário tradicional Kayah. Segue-se uma visita panorâmica e a observação do por-do-sol a partir do ponto alto mais famoso da região, o Taungkwe Zeti. Transporte ao hotel da categoria selecionada e alojamento.

12º Dia – LOIKAW / PAN PAD / LOIKAW

Pequeno-almoço no hotel. De manhã, visita do mercado tradicional de Thirimingalar. De seguida, partida em direção às aldeias Padaung de Pan Pad. Durante a visita às aldeias poderemos ver as famosas mulheres Padaung, por vezes também conhecidas por “mulheres girafa”. Almoço em restaurante. Regresso a Loikaw com paragem no trajeto para se visitarem algumas aldeias tradicionais e observar os Takon Dhaing. Alojamento no hotel.

13º Dia – LOIKAW / YANGON

Pequeno-almoço no hotel. Em hora a indicar localmente transporte para o aeroporto em Loikaw. Formalidades de embarque e partida em voo regular com destino a Yangon. Chegada e visita do pagode Chauk Htat Gyi, com colossal estátua representando Buda Reclinado. Almoço em restaurante. De tarde, visita do típico mercado de Bogyoke, o principal e mais movimentado da capital, onde poderá encontrar de tudo, alimentos, roupas, artesanato e joias; e o pagode Shwedagon, um dos monumentos mais impressionantes do mundo, onde se observará o pôr-do-sol. Após a visita transporte para o hotel da categoria selecionada. Alojamento.

14º Dia – YANGON / DOHA

Pequeno-almoço no hotel. Em hora a indicar localmente transporte para o aeroporto. Formalidades de embarque e partida em voo da Qatar Airways com destino a Doha. Chegada e mudança de avião.

15º Dia – DOHA / LISBOA ou PORTO

Partida em voo da Qatar Airways com destino a Lisboa. Resto da noite a bordo. Chegada ao final da manhã. FIM DA VIAGEM

Inclui:

Passagem aérea em classe económica para percurso Lisboa ou Porto / Dubai / Yangon e volta, em voos da Emirates, com direito ao transporte de 30 Kg de bagagem (1 mala);

Passagem aérea em classe económica para percurso Yangon / Bagan - Mandalay / Heho - Loikaw / Yangon, com direito ao transporte de 20 Kg de bagagem (1 mala);

12 noites de alojamento nos hotéis da categoria selecionada;

12 pequenos almoços nos hotéis;

11 Almoços;

Todos os transportes como indicado no programa;

Guias locais falando espanhol; 

Todas as visitas mencionadas no itinerário;

Todas as entradas mencionadas no programa;

Todos os impostos aplicáveis;

Taxas de aeroporto, segurança e combustível;

Seguro Multiviagens PVFM5K+CIV.

No inclui:

Bebidas às refeições;

Gratificações (bagageiros, motorista, guia e restaurantes);

Tudo o que não esteja como incluído de forma expressa;

Visto obrigatório de entrada em Myanmar (aproximadamente USD 75);

Taxa de saída internacional (USD 10 por pessoa);

Despesas de carácter particular designados como extras.

Notas:

Os valores apresentados poderão sofrer eventuais alterações até à data da emissão dos documentos em caso de significativas oscilações cambiais, de custos de combustível e/ou taxas.