Marrocos Cidades Imperiais desde 893.00

Cidades Imperiais a designao dada s quatro cidades de Marrocos que foram capitais das antigas dinastias reinantes daquele pas do Norte de frica, Marrakech, Fez, Meknes e Rabat.

1 - Requisitos de entrada

Os cidadãos portugueses não necessitam de visto para permanências em turismo com uma duração inferior a 90 dias, sendo apenas necessário apresentar passaporte com uma validade mínima de 3 meses.

 

2 - Vacinas

Para visitar Marrocos não é necessário tomar nenhuma vacina. As condições sanitárias nas áreas turísticas são aceitáveis. Nas áreas rurais, as condições sanitárias são deficientes. É aconselhável beber água engarrafada e evitar o consumo de alimentos crus. Deve contratar um seguro de viagem que cubra cuidados médicos e assistência hospitalar.

 

3 - Moeda

A moeda local é o dirham marroquino, 1 EUR é equivalete a 10.81 MAD. Os cartões de débito e crédito são aceites na maioria dos hotéis. Para fazer pagamentos em restaurantes e lojas é preferível pagar em dinheiro. Os levantamentos podem ser feitos nas caixas automáticas existentes nos principais centros urbanos de Marrocos

 

4 - Língua

As línguas oficiais são o árabe e o berbere. O francês também é utilizado regularmente, em especial nos principais centros turísticos do país.

 

5 - Diferença horária

GMT/UTC +0

 

6 - Eletricidade

220V /  50 Hz, tomadas tipo C e E

 

7 - Clima

Devido à diversidade e à dimensão geográfica, o clima de Marrocos pode ser dividido em quatro áreas climáticas com diferenças de temperatura e precipitação significativas ao longo do ano. Genericamente, as melhores épocas para visitar Marrocos são os meses de Primavera (entre março e maio), quando as temperaturas estão mais amenas, e de Outono (outubro e novembro), quando as temperaturas começam paulatinamente a baixar, após valores extremos da época estival.Os meses de Verão (junho, julho e agosto) são ótimos para visitar os destinos junto à costa como Saidia, Agadir ou Essaouira. As visitas às cidades localizadas no interior, como Marraquexe e Fez, devem ser evitadas neste período, devido ao calor abrasador..

Itinerrio

1º Dia – PORTO ou LISBOA / CASABLANCA

Comparência no aeroporto 120 minutos antes da hora prevista para a partida. Formalidades de embarque e partida em voo da Royal Air Maroc com destino a Casablanca. Chegada ao aeroporto Mohamed V, assistência e transporte ao hotel da categoria selecionada. Jantar e alojamento no hotel.

2º Dia – CASABLANCA / RABAT

Pequeno-almoço no hotel. De manhã, visita da capital económica de Marrocos, com destaque para o mercado central, o bairro de Habús, o Palácio Real, a Praça Mohammed V, a zona residencial de Anfa e o exterior da Mesquita Hassan II. De tarde, saída de Casablanca com destino a Rabat, capital de Marrocos, situada a cerca de 90 Km. Após a chegada visita da capital, com destaque para o Palácio Real (Mechouar), o Kasbah Oudaya, o Mausoléu de Mohammed V e a Torre Hassan. Transporte ao hotel da categoria selecionada, jantar e alojamento.

3º Dia – RABAT / MEKNES / FEZ

Pequeno-almoço no hotel, partida para Meknes, a famosa capital Ismailia, conhecida pelas muralhas que a rodeiam, com uma extensão aproximada de 40 Km. Após a chegada, visita de Bab El Mansour, dos estábulos Reais e do bairro judeu. De tarde, continuação da viagem para a cidade santa de Moulay Idriss, com breve paragem no caminho para visita das ruínas da cidade romana de Volubilis. Chegada a Fez ao final do dia. Jantar e alojamento no hotel da categoria selecionada.

4º Dia – FEZ

Pequeno-almoço. Dia dedicado à descoberta desta encantadora cidade, declarada Património da Humanidade pela UNESCO e capital espiritual de Marrocos. Visitaremos a Medina medieval, as Madraças de Attarine e Bou Inania, a fonte Nejjarine e a Mesquita Karaouine. De tarde visitaremos a parte moderna de Fez. Jantar e alojamento no hotel.

5º Dia – FEZ / BENI MELLAL / MARRAKECH

Pequeno-almoço no hotel e partida em direção a Marrakech, situada a cerca de 485 Km de Fez. Passagem pelas aldeias berberes de Immouzer de Kandar e Ifrane. Visita de Beni Mellal, um dos grandes centros agrícolas do reino. Chegada a Marrakech ao final da tarde. Jantar e alojamento no hotel da categoria selecionada.

6º Dia – MARRAKECH

Pequeno-almoço no hotel. Dia inteiramente dedicado à descoberta desta fascinante cidade, a segunda mais antiga das Cidades Imperiais e também conhecida por Pérola do Sul. Marrakech foi fundada pelos Almorávidas nos finais do séc. XI. A visita da cidade incidirá nos seus principais pontos turísticos, com destaque para os Jardins Menara, o Museu Dar Ssi Said, o Palácio de Bahia e o Minarete da Koutoubia. Almoço no hotel. De tarde, visita dos souks e do bairro dos artesãos, e do ponto principal desta vibrante cidade, a praça Djemaa El Fna. Alojamento.

7º Dia – MARRAKECH / CASABLANCA

Pequeno-almoço no hotel. Manhã livre em Marrakech. De tarde, regresso a Casablanca. Chegada, jantar e alojamento no hotel da categoria selecionada.

8º Dia – CASABLANCA / LISBOA ou PORTO

Pequeno-almoço no hotel. Em hora a indicar localmente transporte para o aeroporto Mohamed V. Formalidades de embarque e partida em voo da Royal Air Maroc com destino a Lisboa ou Porto.

FIM DA VIAGEM

Inclui:

Passagem aérea em classe económica para percurso Porto ou Lisboa / Casablanca e volta, em voos da Royal Air Maroc, com direito ao transporte de 20 Kg de bagagem (1 mala);

Transporte do aeroporto ao hotel e vice-versa;

7 Noites de alojamento nos hotéis da categoria selecionada, incluindo o pequeno-almoço;

1 Almoço e 6 Jantares;

Circuito em viatura com ar condicionado;

Todas as visitas mencionadas no itinerário acompanhadas por guias locais falando inglês, francês ou espanhol;

Todas as entradas mencionadas no programa;

Todos os impostos aplicáveis;

Taxas de aeroporto e combustível;

Seguro Multiviagens PVFM2K+COVID19 OT+CIV B.

No inclui:

Bebidas às refeições;

Gratificações (bagageiros, motorista, guia e restaurantes);

Tudo o que não esteja como incluído de forma expressa;

Despesas de carácter particular designados como extras.

Notas:

Os valores apresentados poderão sofrer eventuais alterações até à data da emissão dos documentos em caso de significativas oscilações cambiais, de custos de combustível e/ou taxas.