Reykjavik | Fim de Ano desde 1638.00

Se h um pas que convida fico e ao imaginrio a Islndia, pelas suas paisagens vulcnicas, geiseres, quedas de gua imponentes e glaciares sem paralelo. Porque no festejar o seu final de ano neste encantador pas.

1 - Requisitos de entrada

A Islândia associou-se aos Acordos de Shengen, não sendo por isso necessário visto. Basta ser titular de um bilhete de identidade, cartão do cidadão ou passaporte.

2 - Vacinas

Os cidadãos portugueses estão abrangidos pelo sistema de saúde para tratamentos de emergência nos serviços públicos hospitalares da Islândia, sendo necessário apenas apresentar o Cartão Europeu de Seguro de Saúde (CESD). Este documento não substitui o seguro médico de viagem, mas dá-lhe o direito de, em caso de emergência, receber o mesmo tipo de assistência médica usufruída pelos islandeses. O Cartão Europeu de Seguro de Saúde também não cobre repatriações por razões médicas, nem tratamentos prolongados ou que não constituam uma emergência.Os cuidados médicos e a assistência hospitalar são de excelente qualidade.

3 - Moeda

A moeda é a coroa islandesa, 1 EUR é equivalente a 138.697 ISK. Os cartões de débito e de crédito são aceites na maioria dos hotéis, restaurantes e lojas. A rede ATM tem uma boa cobertura no território.

4 - Idioma

A língua oficial é o islandês.

5 - Diferença horária

GMT/UTC 0

6 - Electricidade

230 V / 50 Hz, tomadas tipo C e F

7 - Clima

O clima da Islândia é classificado como oceânico subpolar. Os meses de Verão são frescos e curtos, e os meses de Inverno são considerados suaves. A melhor época para visitar a Islândia é no Verão, ou seja, entre Junho e Agosto, quando os dias são longos (ou intermináveis durante o sol da meia-noite) e as temperaturas são relativamente suportáveis. No entanto, é neste período que este destino, cada vez mais popular, recebe enchentes turistas e os preços dos hotéis e das passagens aéreas costumam ter preços mais elevados. Como tal, se quiser viajar na época alta, é aconselhável fazer a reserva dos voos e dos hotéis com pelo menos dois meses de antecedência. Setembro e Maio também podem ser uma boa opção para visitar a Islândia. Nestes meses, as temperaturas não são demasiado baixas, há menos turistas, e os preços do alojamento e das viagens de avião são mais convidativos.

 

Itinerrio

1º Dia – LISBOA ou PORTO / REYKJAVIK
Comparência no aeroporto 120 minutos antes da hora prevista para a partida. Formalidades de embarque e partida em voos regulares com destino a Reykjavik, via uma cidade de ligação. Chegada ao aeroporto de Keflavik. Após a recolha da bagagem dirija-se ao exterior do Hall da Chegada onde se encontra o autocarro “FlyBus Plus”. Mostre o documento de viagem ao assistente a bordo do autocarro e informe-o do hotel onde ficará hospedado. De notar que se trata de um transfere sem guia. Direito à ocupação do quarto cerca das 14h-16h. Resto do dia livre para explorar a cidade que se encontra enfeitada com a suas iluminações e decorações típicas das festividades Natalícias. Uma tradição nesta época do ano é saborear uma caneca de chocolate quente ou vinho quente e bolachas de gengibre num dos cafés do centro da cidade. Alojamento no hotel da categoria selecionada: Cat. Comfort|3* (Fosshotel Baron ou Centerhotel Plaza ou Hotel Klettur ou Storm Hotel ou similar); Cat. Quality|4* (Centerhotel Laugavegur ou Hotel Grandi ou Grand Hotel Reykjavik ou Fosshotel Reykjavik ou similar).

2º Dia – REYKJAVIK
Pequeno-almoço no hotel. Hoje desfrutará de um passeio a pé, para ter uma experiência única da gastronomia e cultura da capital Reykjavik. Encontro com o guia local no Harpa Music Hall, para onde deverá dirigir-se por conta própria. O passeio será acompanhado por um experiente guia local que o levará aos locais famosos de Reykjavik, incluindo Harpa, a Igreja Hallgrimskirkja e a Câmara Municipal. Também visitará locais da gastronomia da região, desde conhecidos restaurantes a pequenos negócios familiares e outros pontos de encontros “secretos” em Reykjavik. Oportunidade para degustara a deliciosa gastronomia que os islandeses mais gostam, como o cachorro-quente islandês (pylsa), sopa de carne tradicional islandesa, sorvete caseiro (de uma receita secreta), e claro, o conhecido skyr (produto lácteo saudável semelhante ao iogurte grego). Esta é uma experiência em pequenos grupos onde explorará o lado local de Reykjavik, conhecerá famílias trabalhadoras, ouvirá histórias fascinantes, visitará restaurantes inovadores e experimentará tradições antigas. O resto do dia é livre para suas próprias atividades. Sugerimos uma visita a um dos muitos museus ou galerias de arte existentes na cidade (Museu Interativo Wonders of Iceland, Museu de Arte de Reykjavik, Exposição do Assentamento que inclui os vestígios de uma habitação viking. Alojamento.

3º Dia – REYKJAVIK
Pequeno-almoço no hotel. Encontro com o guia no lobby do hotel. Hoje viajará para fora da cidade e para o interior da Islândia, para que possa experienciar a conhecida região do Golden Circle. Partida em direção ao Lago Thingvallavatn, o maior lago da Islândia, e ao Parque Nacional de Thingvellir, declarado Património Mundial da UNESCO. Local onde os antepassados vikings aportaram e fundaram a nação, e onde se encontra o parlamento mais antigo do mundo, fundado no séc. X. De seguida seguimos para as quedas de água de Gullfoss, nesta altura do ano com água semigelada. Segue-se a zona geotermal de Geysir, na região do Vale de Haukadalur, onde se pode observar o famoso geiser Strokkur, assim como numerosas nascentes de águas térmicas e buracos de lama fervente. Em seguida, visita aos banhos de vapor de Laugarvatn Fontana. A sauna original foi construída na década de 1920 e era pouco mais que um barraco com 2 compartimentos construídos por cima da fonte termal que borbulhava e gorgolejava debaixo do solo. Hoje, existe um complexo moderno com inúmeras banheiras de hidromassagem e banhos a vapor naturais. Ao chegar a Fontana, será recebido por um assistente local que o encaminhará até uma fonte termal natural próxima, que é usada como uma padaria natural local da povoação. Aqui terá oportunidade de aprender a fazer um pão numa fonte termal e verá também a desenterrar um pão tradicional de centeio doce que é cozido lentamente na fonte termal. Aprecie o sabor do pão quente, barrado com uma boa manteiga islandesa e truta fumada, antes de desfrutar das banheiras de hidromassagem e banhos de vapor naturais. Regresso a Reykjavik a meio da tarde. Alojamento.

4º Dia – REYKJAVIK / LISBOA ou PORTO
Pequeno-almoço no hotel (dependendo da hora do voo). Transporte para o aeroporto de Keflavik no autocarro regular “FlyBus Plus”, onde deverá comparecer 120 minutos antes da hora prevista para a partida. Formalidades de embarque e partida em voos regulares com destino a Lisboa ou Porto, via uma cidade de ligação. Chegada a Portugal a meio da tarde.

FIM DA VIAGEM
 

Inclui:

Passagem aérea em classe económica, para percurso Lisboa ou Porto / Cidade de Ligação / Reykjavik e volta, em voos regulares, com direito ao transporte de 20 Kg de bagagem (1 mala);

3 noites de alojamento no hotel da categoria selecionada (Comfort ou Quality) incluidno o pequeno-almoço;

Transporte do aeroporto ao hotel e vice-versa em serviço regular “FlyBus Plus”;

Passeio “Reykjavik Food Walk”, com guia local em inglês, incluindo degustação de 8 opções gastromomicas locais;

Excursão regular à região de Golden Circle e Fontana Wellness, com guia local em inglês;

Entrada no Fontana Wellness Geothermal Steam Baths;

Visita de padaria natural e degustação de pão natural típico islandês;

Todas as visitas mencionadas no itinerário;

Todos os impostos aplicáveis;

Taxas de aeroporto e combustível;

Seguro Multiviagens PVFM Plus3K+COVID19 OT+CIV B.
 

No inclui:

Bebidas às refeições;

Gratificações (bagageiros, motorista, guia e restaurantes);

Tudo o que não esteja como incluído de forma expressa;

Despesas de carácter particular designados como extras.

Notas:

Os presentes preços está sujeitos a reconfirmação mediante as disponibilidades de voo, hotéis e serviços, aquando da formalização da reserva. Os valores acima apresentados poderão sofrer eventuais alterações em caso de significativas oscilações de custos de combustível e/ou taxas.