Madagscar Essencial com a Air France desde 3258.00

Bem vindo a Madagscar! Lmures, embondeiros, floresta tropical, deserto, caminhadas e mergulho... Madagscar um destino de sonho para os entusiastas das atividades ao ar livre - metade da diverso est em todas essas atraes incrveis. Visto Obrigatrio
 
1 - Requisitos de entrada
 
É necessário visto, o qual pode ser adquirido à chegada para uma permanência até 30 dias.
 
 
2 - Vacinas
 

Profilaxia da malária, hepatite A/B, raiva, tétano e tifo. Casos de dengue têm sido reportados em algumas regiões de Madagáscar, pelo que devem ser tomadas as necessárias medidas de protecção, designadamente uso de repelente e de redes mosquiteiras. É aconselhável a tomada de medidas preventivas contra a malária.

 
 
3 - Moeda
 
A moeda local é o Franco de Madagáscar (MGA). São aceites os principais cartões de crédito. Há facilidade de trocar cheques de viagem nas instituições bancárias.
 
 
4 - Idioma
 
Madagáscar é um país francófono e o francês é falado como segunda língua entre a população e usado para a comunicação internacional.
 
 
5 -  Diferença Horária
 
UTC/GMT +03
 
 
6 - Eletricidade
 
220 V / 50 Hz, tomadas tipo C, D, E, J e K
 
 
7 - Clima
 
Clima temperado e subtropical (capital). No entanto, podem ser encontrados microclimas e paisagens, da floresta tropical (noroeste) ao deserto (sudeste). A melhor época para visitar Madagáscar são os meses entre Maio e Outubro. Têm temperaturas amenas e pouca chuva. Por outro lado, os meses entre Janeiro e Março devem ser evitados. 
 

Itinerrio

1º Dia – PORTO ou LISBOA / ANTANANARIVO

Comparência no aeroporto 120 minutos antes da hora prevista para a partida. Formalidades de embarque e partida em voos regulares com destino a Antananarivo, via uma cidade de ligação.  Chegada, receção e transporte para o Hotel Maison Gallieni (Alojamento de Charme) ou similar. Alojamento no hotel.

2º Dia – ANTANANARIVO / ANTSIRABE

Após o pequeno-almoço no hotel, saída em direção a sul, com destino a Antsirabe (cerca de 170 Km), atravessando a região montanhosa de Malagasy, com campos de arroz e aldeias típicas. Trata-se de uma das regiões mais férteis do país, com oportunidade para observar os locais nas suas lides diárias do campo. Chegada a Antsirabe a meio da tarde, cidade fundada pelo missionário norueguês T.G. Rosaas em 1872, e situada a cerca de 1500 metros de altitude. Antsirabe foi também o local de exilio do rei marroquino Mohamed V em 1955. Segue-se uma breve visita da cidade. No final transporte para o Hotel Plumeria (Alojamento de Charme) ou similar. Jantar e alojamento no hotel.

3º Dia – ANTSIRABE / AMBOSITRA / RANOMAFANA

Pequeno-almoço no hotel. De manhã, continuação da nossa viagem rumo a sul, até Ambositra (cerca de 105 Km), a capital do artesanato Malgaxe. Breve paragem para se visitar algumas das mais importantes lojas de artesanato desta região. Após o almoço (livre) continuação da viagem até à região do famoso Parque Nacional de Ranomafana (cerca de 115 Km). Deixamos as terras altas através da densa floresta tropical húmida chegando ao final do dia ao Hotel Thermal Ranomafana (Alojamento de Charme) ou similar. Passeio noturno na floresta para observação da fauna típica da região, podendo encontrar-se fosas (pequenos pumas), camaleões, sapos e o mais pequeno lémure do mundo (microcebe). Jantar e alojamento no hotel.

4º Dia – RANOMAFANA

Pequeno-almoço no hotel. Logo pela manhã saída do hotel para o Parque Nacional de Ranomafana, em plena floresta tropical, para observação de uma enorme variedade de pássaros e de lémures, símbolo do Madagáscar. Neste parque poderemos encontrar 3 espécies de lémure bambu (o cinzento, o dourado e o grande), assim como outras espécies (o sifaka, o castanho e o de barriga encarnada). Aqui também se encontram os maiores camaleões da ilha, o camelão Parson. Regresso ao hotel, jantar e alojamento.

5º Dia – RANOMAFANA / FIANARANTSOA

Pequeno-almoço no hotel. Saída em direção a Fianarantsoa (cerca de 65 Km), breve paragem no trajeto para visita à plantação de chá de Sahambavy, a única existente no país. Após a chegada a Fianarantsoa, visita panorâmica com destaque para algumas das igrejas da cidade (protestantes e luteranas), a universidade e parte antiga da cidade com edifícios do séc. XIX. Transporte ao Hotel Tsara Guest House (Alojamento de Charme) ou similar. Jantar e alojamento no hotel.

6º Dia – FIANARANTSOA / RANOHIRA (ISALO)

Após o pequeno-almoço continuação da visita da parte antiga de Fianarantsoa. Saída para o maior trajeto desta viagem rumo a sul em direção à costa oeste da ilha (cerca de 280 Km). Paragem em Ambalavao onde se encontra uma interessante indústria de fabrico manual de papel e visita a uma zona vinícola. Segue-se uma paragem na reserva de Anja onde se poderão facilmente observar os famosos lémures com cauda às riscas. Continuação da viagem para Ihosy através da extensa planície de Horombe. A paisagem muda conforme deixamos a zona montanhosa e entramos na região do povo Betsileo, onde formações graníticas surgem na linha do horizonte. A arquitetura das aldeias também é diferente, passando a encontrar-se casas de 2 pisos e os habitantes são mais parecidos com os do Sudoeste Asiático que de África. Chegada a Ranohira, jantar e alojamento no Hotel Isalo Rock Lodge (4*) ou similar.

7º Dia – RANOHIRA

Pequeno-almoço no hotel. Manhã dedicada à visita do Parque Nacional de Isalo, na província de Toliara, com uma caminhada de cerca de 1h30 até às piscinas naturais, através da floresta de tapiá. Oportunidade para observar uma enorme diversidade de plantas endémicas de Isalo. Possibilidade de continuar a caminhada até Namaza ou regressar ao hotel para usufruir de tempo livre no hotel. Jantar e alojamento no hotel.

8º Dia – RANOHIRA / TOLIARA / IFATY

Pequeno-almoço no hotel. De manhã cedo partida para Toliara (cerca de 235 Km) passando por várias aldeias de mineiros de safiras e atravessado zona da savana do sul. No trajeto passaremos também pelos famosos baobás (embondeiros), árvore que se encontra em algumas zonas da ilha, assim como, por típicas aldeias das tribos do sul. Chegada à Pequena aldeia piscatória de Ifaty.  Jantar e alojamento no Hotel Dunes d’Ifaty (4*) ou similar.

9º Dia – IFATY

Pequeno-almoço no hotel. Dia inteiramente livre para desfrutar da bela praia de Ifaty. Possibilidade de participar numa visita opcional à reserva de Reniala e à floresta de baobás. Ou como alternativa um passeio de piroga para ver a barreira de coral. Jantar e alojamento no hotel.

10º Dia – IFATY / ANTANANARIVO

Pequeno-almoço no hotel. Em hora a indicar localmente transporte para o aeroporto em Toliara. Formalidades de embarque e partida em voo regular de regresso a Antananarivo. Chegada, receção e início da visita panorâmica aos principais pontos de interessa de Antananarivo, capital do Madagáscar. Destaque para a Av. da Independência, a estação de caminho-de-ferro de Soarano, a praça onde se realiza o “Zoma” (mercado das sextas-feiras) e o Palácio Presidencial. Após a visita regresso ao aeroporto. Início das formalidades de embarque e partida em voos regulares com destino a Lisboa ou Porto, via uma cidade de ligação. Noite a bordo.

11º Dia – ANTANANARIVO / LISBOA ou PORTO

Partida em voos regulares com destino a Lisboa ou Porto, via uma cidade de ligação. Resto da noite a bordo. Chegada a Portugal ao final da tarde.

FIM DA VIAGEM

Inclui:

Passagem aérea em classe económica para percurso Porto ou Lisboa / Cidade de Ligação / Antananarivo e volta, em voos regulares, com direito ao transporte de 30 Kg de bagagem (1 mala);

Passagem aérea em classe económica para percurso Toliara / Antananarivo, em voo regular, com direito ao transporte de 20 Kg de bagagem (1 mala);

9 noites de alojamento em Alojamentos de Charme | 4*, incluindo o pequeno-almoço;

9 Jantares;

Transportes em viatura com ar condicionado com condutor falando inglês para o programa indicado;

Guias locais falando inglês; 

Todas as visitas mencionadas no itinerário;

Todas as entradas mencionadas no programa;

Todos os impostos aplicáveis;

Taxas de aeroporto e combustível;

Seguro Multiviagens PVFM5K+COVID19 OT+CIV B.

No inclui:

Bebidas às refeições;

Gratificações (bagageiros, motorista, guia e restaurantes);

Tudo o que não esteja como incluído de forma expressa;

Visto obrigatório de entrada no Madagáscar (aproximadamente € 40);

Despesas de carácter particular designados como extras.

Notas:

Os valores apresentados poderão sofrer eventuais alterações em caso de significativas oscilações de custos de combustível e/ou taxas.

Visto Obrigatório